artigos

Neste sessão, apresentamos artigos sobre os benefícios do Lithothamnium e estudos científicos sobre este composto orgânico. Para enviar seu artigo, entre contato pelo email tecnico@litholife.com.br e nos responderemos o quanto antes.

Alga Marinha Lithothamnion – Riqueza mineral de origem vegetal

O cálcio, como mineral essencial para manutenção da saúde óssea, tem sido constantemente estudado. Procura-se encontrar a forma ideal para ser ingerido, absorvido, e desta forma ser mantido no organismo para suprir todas as suas funções necessárias. As quantidades recomendadas podem variar de acordo com a idade do indivíduo, sexo, estilo alimentar, estado nutricional, entre outros.
Já é sabido que o mineral precisa estar equilibrado com adequadas concentrações de outros nutrientes para um bom metabolismo. A vitamina D, fósforo e magnésio são exemplos. Por isso, muitas vezes é necessário avaliar tanto a necessidade individual de cada pessoa, como priorizar uma ingestão rica em variedade de vitaminas e minerais, sem focar apenas em um deles.
No estudo realizado por Ward (2014), os suplementos multivitamínicos se mostram mais bem tolerados pelas pessoas, comparando aos suplementos contendo apenas um nutriente. Além disso, se mostraram seguros e possivelmente benéficos para serem ingeridos por idosos. Nos EUA, mais da metade dos adultos utilizam produtos multivitamínicos para manutenção de uma boa saúde, de acordo com Bailey et al. (2013).
Conclui-se que, na atualidade, existe a busca pela sinergia entre nutrientes, e não apenas a aposta em um tipo de vitamina ou mineral para manutenção da saúde.

Alga Marinha Lithothamnion

 

 

O vegetal é um tipo de alga marinha vermelha, de denominação calcárea, que possui um perfil nutricional com mais de 70 tipos de nutrientes. De fonte 100% natural, oferece uma forma segura (e vegana) para consumo, com riqueza de composição nutricional.
Em 100g do produto encontram-se principalmente:


Macrominerais

Calcio

34,50g

Magnésio

3,60g

Sódio

347mg

Fósforo

34,1mg

Potássio

38mg

Microminerais

Cobre

72mcg

Ferro

77,6mg

Flúor

0,24mg

Manganês

1,47mg

Selênio

50mcg

Zinco

0,18mg

 

No mercado de suplementação, o cálcio dessa origem vem ganhando destaque por ser mais uma alternativa não apenas para suprir necessidades de cálcio, mas por ser naturalmente combinado a vários minerais, vitaminas e aminoácidos.

A elevada taxa de absorÇÃo dos Minerais de Alga Marinha

Conforme Buzinaro, Almeida e Mazeto (2006), o leite de vaca e seus derivados (uma fonte altamente conhecida) vem perdendo preferência de consumo pelas pessoas, em virtude da crescente mudança nos costumes alimentares das populações (exemplo do veganismo ou das dietas vegetarianas exclusivas), além do aumento do número de diagnósticos de intolerância a lactose e alergia a proteína do leite, inviabilizando a manutenção de consumo desses produtos e criando uma tendência a busca de fontes vegetais.
Em contrapartida, esses alimentos são amplamente variáveis no quesito de biodisponibilidade (capacidade de absorção), mesmo possuindo boas quantidades de cálcio. Algumas se sobrepõem ao leite - como o brócolis e a couve - e outras não apresentam tanta capacidade, como alguns feijões. Isso grande parte das vezes se deve a presença de substâncias presentes em algumas plantas, como o ácido fítico e o ácido oxálico. Esses dois componentes, dependendo da quantidade presente nos alimentos vegetais, podem interferir na absorção do cálcio.<